Reposição: preços começam a ceder

Proximidade da safra de bezerros fez com que os preços caíssem 0,4% na semana, aponta Scot Consultoria

No panorama geral, o fator crítico do mercado de reposição é a oferta. No entanto, percebe-se que aos poucos os preços vão perdendo a força dos últimos meses.

Considerando todas as categorias de machos anelorados, na média de todos os estados pesquisados pela Scot Consultoria, os preços ficaram praticamente estáveis na última semana.

Com a proximidade do confinamento, a maior procura acontece pelas categorias mais eradas, o que tem dado maior firmeza a este mercado, em relação às categorias mais jovens.

Em São Paulo, o boi magro (12@) e o garrote (9,5@) estão cotados em R$ 2.030 e R$1.800 por cabeça, respectivamente. Altas de 3,6% e 5,9% nos últimos doze meses, na mesma ordem.

Atualmente, no estado, são necessárias 13,2 arrobas de boi gordo para a compra de um boi magro.

Por outro lado, a proximidade com a safra de bezerros faz com que os preços percam força, levando a queda de 0,4% na semana.

Entretanto não é esperado que os preços recuem com intensidade, já que a oferta tende a continuar restrita.

Fonte: Scot Consultoria

 

Deixe um comentário